APA

APA do Planalto Central completa 18 anos de criação

10 de janeiro de 2020

Unidade comemora o aniversário com diversas atividades programadas para 2020.

 

 

apa planaltocentral Arthur Brant

 
A Área de Proteção Ambiental (APA) do Planalto Central completa 18 anos nesta sexta-feira (10). A gestão desta Unidade de Conservação Federal (UC) comemora o aniversário com diversas atividades programadas para serem desenvolvidas ao longo do ano de 2020. Segundo Maurício Laxe, chefe da APA, o ano terá muitas novidades, todas sendo planejadas conforme a metodologia do Programa de Gestão para Resultados do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).
 
No primeiro semestre a unidade será transferida para uma nova sede, mais moderna e adequada aos trabalhos realizados pela equipe técnica desta UC de Uso Sustentável. Os projetos de pesquisa sobre mamíferos nas áreas da Chapada da Contagem e da Serra do Rio Maranhão, na região norte da APA do Planalto Central entre o Distrito Federal e Goiás, serão intensificados com a participação de servidores dos centros de pesquisas do ICMBIO e do Programa de Voluntariado (veja vídeo sobre os primeiros resultados aqui). Durante o ano serão distribuídos folders e cartazes informativos sobre a APA além da realização de um seminário sobre a "Importância da APA do Planalto Central para a qualidade ambiental do Distrito Federal".
 
 
 
apa planaltocentral Acervo APA do Planalto Central 2
 
Área abriga diversas espécies nativas da fauna e flora do Cerrado, incluindo felinos em extinção, como as onças pardas, pintadas e melânicas (pretas). (Foto:Acervo/ICMBio).
 
 
 
 
Desde a sua criação, em 2002, a APA do Planalto Central busca cumprir seus principais objetivos: conservar a biodiversidade; regular o uso e gestão do solo; proteger mananciais; regular o uso dos recursos hídricos da região e fortalecer os laços socioambientais com as comunidades locais. A APA protege algumas das principais nascentes de três grandes regiões hidrográficas nacionais (Tocantins, São Francisco e Paraná). A atuação da unidade nos processos de licenciamento ambiental na regularização de infraestrutura pública e de empreendimentos privados na região continuarão sendo prioridades para a gestão, assim como o trabalho de monitoramento e educação ambiental.
 
A APA do Planalto Central corresponde a mais de 500 mil hectares, abrangendo cerca de 70% da área do Distrito Federal e mais dois municípios do estado de Goiás. Nesta Unidade de Conservação Federal residem cerca de 600 mil pessoas. Esta importante área protegida ainda abriga diversas espécies nativas da fauna e flora do Cerrado, incluindo felinos em extinção, como as onças pardas, pintadas e melânicas (pretas).