Semana do Lago Limpo

Semana do Lago Limpo em Brasília tem quatro dias de retirada de lixo

19 de setembro de 2016

Limpeza na orla do Lago Paranoá começou nesta quarta (14) e seguiu até sábado (17), quando também houve aulas gratuitas de alongamento e crossfit, e oficinas de reciclagem

 
 
Oitenta detentos que cumprem pena em regime semiaberto no Centro de Progressão Penitenciária (CPP) passaram a quarta-feira (14) retirando lixo do Lago Paranoá na Arie (Área de Relevante Interesse Ecológico) do Bosque, do Instituto Brasília Ambiental (Ibram), entre as pontes Honestino Guimarães e das Garças. Foi a primeira medida da 6ª Semana do Lago Limpo, projeto promovido pela Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento do Distrito Federal (Adasa). Serão quatro dias de ações, até sábado (17), quando haverá atividades abertas ao público no Pontão do Lago Sul.
 
 
 
 
 
 
 
 
Na quinta (15) e na sexta-feira (16), a limpeza avançou por outros pontos da cidade. Os detentos trabalharam na Vila Telebrasília; à direita e à esquerda da Ponte das Garças, Parque Vivencial do Lago Norte, na Avenida das Nações; e na QL 24, na saída da Ponte JK. “Os principais tipos de lixo são papéis, papelões, latas e garrafas”, enumera o coordenador da Semana do Lago Limpo e servidor da Adasa Rildo Marques. “Trabalhei nas seis edições e acho que conseguimos atingir um bom nível de conscientização. Antes, encontrávamos até geladeiras.”
 
Das 8 às 12 horas de sábado, diversas atividades ficaram disponíveis no Pontão do Lago Sul. Enquanto alunos de duas escolas privadas de mergulho entraram no lago para retirar lixo do fundo, foram ofertados ao público aferimento de pressão, oficina de reciclagem e aulas de alongamento e crossfit.
 
No total dos quatro dias foram recolhidos mais de 4 toneladas de lixo do Lago Paranoá
 
Detentos em regime semiaberto trabalham na retirada de lixo nas margens do Lago Paranoá nesta quarta-feira (14).