FILATELIA E ECOLOGIA

O carnaval brasileiro

8 de agosto de 2005

Selos postais comemorativos assinalam a folia brasileira





O carnaval brasileiro foi mais recentemente apresentado em selos comemorativos dos Correios, em duas séries: uma e, 1983, e a outra em 1991.
Assinalando a exposição filatélica BRASILIANA83, foi lançada uma série de quatro selos nos quais são destacados elementos componentes do universo do carnaval.
Originários dos intrudos, os blocos de rua permanecem como a manifestação mais espontânea do período que é conhecido como o reinado de Momo. Mascarados ou uniformizados, os populares seguem pelas ruas das cidades, geralmente acompanhados de uma improvisada banda ou charanga, entoando sambas e marchas. Ocasionalmente, torna-se uma forma de protesto social bem humorado, onde os integrantes se fantasiam de figuras públicas para brincar o verdadeiro carnaval.
Da união das sociedades e dos ranchos, nasceram as escola de samba., que se constituem, atualmente, no mais popular cartão-postal do carnaval brasileiro no exterior.
Seus componentes, sejam eles figurantes ou destaques, podem ser desde turistas que compram suas fantasias e assim ajudam a fazer o carnaval da escola, como também membros das comunidades às quais tais escolas estão ligadas. Todos unidos em torno do samba enredo, que é entoado por cada integrante e puxado pela bateria, que é responsável pela boa evolução da escola no desfile que definirá a campeã dos carnaval.
Com a finalidade de profissionalizar o carnaval e torná-lo ainda mais atrativo ao turista, foram construídos os chamados “Sambódromos”, onde é dada a infra-estrutura para que as escolas de samba possam realizar seus desfiles. O Rio de Janeiro se tornou a primeira capital brasileira a construir um desses estádios para a apresentação das escolas. Na emissão Carnaval Brasileiro, de 1991, esta obra aparece em segundo plano no selo que assinala as “Escolas de Samba”.
O tempo e a tecnologia transformaram a velha fubica que revolucionou os carnavais de rua de Salvador em caminhões enormes, com uma grande estrutura de som, que são chamados Trios Elétricos. Marca registrada do carnaval daquela capital, os trios arrastam verdadeiras multidões e, como diz o poeta, “atrás do trio elétrico, só não vai quem já morreu…”
Outra manifestação tradicional do carnaval brasileiro são os Bonecos de Olinda, em Pernambuco, que desfilam à frente dos Clubes de Alegorias e Críticas e, ao som do frevo pernambucano, fazem a festa durante os dias da folia, que é aberta à zero hora do sábado gordo, pelo Homem da Meia Noite. O que se vê depois, é uma sucessão de bonecos subindo e descendo as ladeiras da histórica cidade pernambucana que, no Brasil, é sinônimo de carnaval.
Com a beleza e a tradição do carnaval brasileiro, sua coleção ficará bem mais colorida e cheia de vida. Para maiores informações sobre como adquirir nossos selos, entre em contato conosco. Estamos à sua disposição, seja via fax, telefone, ou através de nosso site na Internet.


SCS Quadra 4, n0 256, Ed. Apolo, 70 andar
CEP 70.300-944 – Brasília/DF
Tel.: 061-317-1800 / Fax: 061-224-7460
Internet: www.correios.com.br
E-mail: defil@correios.com.br