Cartas

8 de junho de 2012

  Folha do Meio faz 23 anos “Neste mes de junho a Folha do Meio Ambiente está entrando em seu 24º ano de circulação – e isto deve ser comemorado por todos que acreditam na importância da mídia ambiental e na liberdade de expressão. Criada em 1989, em Brasília, pelo editor Silvestre Gorgulho, a FMA… Ver artigo

 

Folha do Meio faz 23 anos
“Neste mes de junho a Folha do Meio Ambiente está entrando em seu 24º ano de circulação – e isto deve ser comemorado por todos que acreditam na importância da mídia ambiental e na liberdade de expressão. Criada em 1989, em Brasília, pelo editor Silvestre Gorgulho, a FMA é a mais antiga publicação especializada em meio ambiente em circulação no país. E a que vai mais longe também: é a única do ramo distribuída mensalmente para todas as missões e postos diplomáticos brasileiros em 123 países e para todas as representações diplomáticas estrangeiras e organismos internacionais credenciados no Brasil. Silvestre, que trabalhou no Diário do Comércio de BH, na Veja, na Embrapa e no Jornal de Brasília, faz a Folha com uma equipe de 28 jornalistas, colunistas e correspondentes em todo o pais. Inspirado pelo trabalho de Orlando Villas-Boas, seu paraninfo na UFMG, ele acredita num Brasil rico e bonito que precisa de brasileiros com paixão e coragem. Por isto, Silvestre Gorgulho e sua equipe fazem um jornal com matérias importantes sobre biomas e espécies, riquezas naturais e seus riscos, colunistas bem informados e denúncias – muitas denúncias corajosas. Silvestre Gorgulho fez, está fazendo e vai continuar fazendo o que todo jovem jornalista ambiental gostaria um dia de fazer e merece minha mais profunda admiração."
Rogério Ruschel – Cotia – São Paulo
 
“O jornalista Silvestre Gorgulho e toda equipe da Folha do Meio Ambiente são exemplos inspiradores dos desafios para jornalistas comprometidos com pautas que não têm espaço na mídia tradicional. Em 2000, o Silvestre Gorgulho fez uma carta de recomendação ao então embaixador da Unesco em Paris, José Israel Vargas, para me receber na entrega do Dossiê sobre o rio São Francisco.  Tenho o maior orgulho de compor a equipe da Folha do Meio Ambiente como correspondente Bahia. E ter a FMA como referência em minha dissertação: “Olhar transversal sobre mídias colaborativas – proativismo ambiental e elos no paradoxo sustentável. Caso: Ativismo Jornalístico ambiental X Discurso Marketeiro”. Parabéns a toda equipe da Folha do Meio pela resistência nesses 23 anos”.
Liliana Peixinho – Salvador-BA
 
 
Mônica Mongelli e Geraldo Gentil
"Acompanho com prazer e expectativa a “Folha do Meio Ambiente”. Positivamente os textos cumprem relevante função institucional que a imprensa cabe (ou deveria caber) no sentido didático, pedagógico, informativo, conformador de uma sólida cultura de preservação do patrimônio nacional.
Quanto ao exemplar 230, de Maio de 2012, em especial, felicito a equipe jornalística e de seus colaboradores. Temas dos mais consistentes são retratados. Em reiteração, desejo parabenizar o jornal por divulgar excelentes colaboradores, em particular, Geraldo Gentil Vieira, que nos brinda com o seu incomparável “Rios no Bolso”, da série Lendas do Velho Chico.
Em complemento, minha integral solidariedade às homenagens prestadas por doutora Mônica de Medeiros Mongelli, ao exponencial teórico e educador, Aziz Ab´Saber, que tanto soube traduzir os dilemas sobre o patrimônio coletivo dos Povos e cujo nome permanecerá colado na memória da SBPC e da Academia Brasileira de Ciências. "
Sérgio Muylaert – sermuy@terra.com.br – Membro do Instituto Brasileiro dos Advogados. Autor do livro “Estado Empresa Pública Mercado” e Assessor Codevasf.
 
 
10 Mandamentos de Strong
"Li umas 15 entrevistas, aliás longuíssimas, de Maurice Strong, sobre a questão ambiental e mais especificamente sobre a RIO+20. Este canadense é bem articulado e tem compromissos fortes com a questão ambiental. Hoje faz um trabalho fantástico para o Governo chinês e atua na Universidade de Pequim. 
Queria dizer que nenhuma entrevista que li foi mais didática do que uma única página deste jornal que traduziu seu pensamento nos 10 Mandamentos de Maurice Strong. Por isso que muitos professores e as escolas gostam deste jornal. 
A FMA facilita qualquer aula de educação ambiental. Parabéns pelo aniversário. Uma publicação que trata só de educação e meio ambiente durar mais de 20 anos é incrível. "
Karinna F. Carvalhal  – Belo Horizonte – MG
 
 

 

Material didático
"Sou assinante deste jornal há pelo menos 15 anos. Tenho três assinaturas: uma para mim e outras duas para a escola que dei aula. Desde a minha época no Colégio João XXIII, a Folha do Meio Ambiente sempre foi o melhor material didático para a 
equipe docente. Escrevo para agradecer tantos anos de bom jornalismo e também pela forma simples, didática e atual em tratar de assuntos muitas vezes muito politizados, mas que vocês escrevem sempre com isenção e profissionalismo. Refiro-me a temas como transgênico, pobreza, mineração, reforma agrária. Parabéns pelos 23 anos."
Penha M. Rodrigues – São Paulo-SP
 
 
Batalhão Florestal sob ameaça!
"Rola um bochicho nos bastidores do Governo estadual que o Batalhão de Polícia Florestal e de Meio Ambiente do Estado do Rio de Janeiro está com os dias contados.  A proposta que corre a sete chaves é transformar o Batalhão Florestal em uma coordenadoria subordinada ao Instituto Estadual do Ambiente para funcionar exclusivamente como força policial no interior das unidades de conservação (parques e reservas). 
Criado em 1988 por decreto do então governador Moreira Franco, o Batalhão de Polícia Florestal e de Meio Ambiente chegou a ter cinco companhias no Estado do Rio de Janeiro:  São Gonçalo (sede), Cachoeira de Macacu, Campos, Angra do Reis e Aperibé. Desse efetivo, as companhias de Angra dos Reis e Aperibé já foram desativadas.
Na contramão de São Paulo, Minas Gerais, Goiânia, Mato Grosso e Paraná, que dispõem de vários batalhões florestais e dezenas de companhias, o Rio de Janeiro extinguiu duas companhias e remanejou seu efetivo florestal para unidades policiais no Maracanã, Rocinha e Morro do Alemão.  Há rumores, ainda, que outros 190 homens do Batalhão Florestal serão transferidos para outros batalhões sem vínculo com a questão ambiental. Com a palavra, o governador Sergio Cabral e os secretários estaduais José Mariano Beltrame (Segurança Pública) e Carlos Minc (Ambiente)."
Guerreiros do Meio Ambiente – Rio de Janeiro – RJ
 
 
Rolitos de Abrolhos
"Li a matéria sobre maior banco de rolitos de Abrolhos publicado na edição de maio. Achei interessante porque o programa Fantástico da TV Globo mostrou também a reportagem dos Rolitos de Abrolhos, dia 3 de junho. Bom saber que mesmo um jornal mensal consegue produzir matérias jornalísticas e reveladoras bem antes do que a grande mídia. Aproveito para parabenizar a Folha do Meio pelos 23 anos construindo uma nova mentalidade ambiental."
Cinara Santos C.Vasconcellos  Salvador – BA