Inglaterra

Ingleses colocam armadilhas antipássaros em árvores para evitar cocô em carros

20 de dezembro de 2017

Jornais britânicos mostram espinhos de metal. Internautas compartilharam fotos e questionaram moradores de bairro nobre de Bristol, local onde medida foi tomada.

 

 

Residents Fitted Trees With ‘Anti-Bird Spikes’ In Bid To Protect Expensive Cars From Droppings – http://bit.ly/2AYbmfi  #Tree #Birdspikes #Birds #Droppings

Comentários da internet: Residentes colocam espinhos nas arvores anti-passaros para proteger os carros de cocô

 

 

Moradores da cidade de Bristol, na Inglaterra, instalaram armadilhas contra pássaros em árvores. A medida foi tomada para evitar cocô nos carros estacionados, de acordo com jornais e sites locais.
 
As imagens dos espinhos de metal foram feitas no bairro de Clifton, área nobre da cidade. Em entrevista ao "The Independent", um dos moradores, que preferiu não se identificar, confirmou que as armadilhas foram colocadas "apenas para proteger os carros".
 
Essas armadilhas são usadas com mais frequência em centros comerciais da cidade para evitar que os cocôs dos pássaros atinjam os consumidores.
 
 
 
 
Comentários da internet: "Nossa guerra contra a vida selvagem: agora os pássaros não são permitidos nas árvores …?! Picos de pombo vistos em Clifton, Bristol, acima de um parque de estacionamento. Alguém viu isso antes? Como é permitido ?!"
 
 
Um porta-voz da administração do município disse que as árvores estavam em propriedade privada e não estavam sujeitas a uma ordem de proteção. Ele também disse que os espinhos já estão no local há alguns anos.
 
"Estou ciente de que os proprietários estão legalmente dentro de seu direito de tomar esta medida com relação às árvores, já que estão em terras privadas", disse Paula O'Rourke, conselheira do Partido Verde em Bristol, ao "The Guardian".
 
"Mesmo que seja permitido ou não, parece horrível e é uma vergonha ver as árvores literalmente inabitáveis para os pássaros, presumidamente por causa de um estacionamento".
 
 
"Às vezes é muito fácil perder de vista o benefício que todos nós ganhamos com árvores, com espaços verdes e com a presença da vida selvagem ao redor nas nossas cidades", completou.