Alemanha

Justiça alemã autoriza cidades a proibir carros a diesel

27 de fevereiro de 2018

Medida pode desvalorizar até 12 milhões de veículos, diz agência Reuters. Cidades poderão decidir mesmo sem uma lei nacional específica.

 

 

Corte alemã autorizou cidades a proibir a circulação de carros a diesel (Foto: Martin Meissner/AP)

Corte alemã autorizou cidades a proibir a circulação de carros a diesel (Foto: Martin Meissner/AP)
 
 
 
 
 
A corte federal alemã de Leipzig decidiu nesta terça-feira (27) autorizar cidades a restringir carros movidos a diesel com alto índice de poluição.
 
De acordo com a agência Reuters, a medida pode desvalorizar 12 milhões de veículos no maior mercado de automóveis da Europa e forçar as fabricantes a realizarem mudanças de alto custo nos veículos.
 
A decisão pode fazer com que milhões de motoristas sejam obrigados a deixar seus carros em casa em dias com níveis de emissões especialmente elevados.
 
Com a decisão, as cidades estão permitidas a vetar os carros a diesel mesmo sem uma regra nacional sobre o tema.
 
Existe um movimento global contra o uso de veículos a diesel desde que a Volkswagen admitiu uma fraude de emissões em carros com este tipo de combustível no escândalo que ficou conhecido como "Dieselgate".
 
 
 
 
Ativista protesta contra o uso de diesel em frente a corte federal alemã, em Leipzig, na Alemanha, nesta terça-feira (27) (Foto: Fabrizio Bensch/Reuters)
 
Ativista protesta contra o uso de diesel em frente a corte federal alemã, em Leipzig, na Alemanha, nesta terça-feira (27) (Foto: Fabrizio Bensch/Reuters)
 
 
 
 
 
Quantos carros podem ser afetados?
 
De acordo com a agência Reuters, qualquer proibição deve afetar veículos adequados às regras Euro-5 e modelos mais antigos. Dos 15 milhões de carros a diesel que a Alemanha tinha em 2017, somente 2,6 milhões se enquadravam no Euro-6 e não devem ser afetados.
 
 
Quando as restrições vão valer?
 
Cidades afetadas precisam de ao menos 6 meses para reestruturar suas estratégias anti-poluição antes que qualquer veto tenha efeito legal, segundo especialistas. O Automóvel Clube da Alemanha (ADAC) acredita que nenhuma proibição será feita até o final do ano.
 
 
Níveis de poluição das cidades
 
Segundo a Agência Federal de Meio Ambiente da Alemanha, cerca de 70 cidades alemãs têm níveis de dióxido de nitrogênio superiores ao limite anual médio de 40 microgramas/m³ em 2017. Munique, Stuttgard e Colônia são os casos mais extremos.
 
 
Como a ideia de restrição começou
 
Os estados de Bade-Wurtemberg e Renânia do Norte-Westfalia recorreram ao tribunal após serem condenados, em primeira instância, a aplicar a proibição aos carros mais poluentes em suas capitais. O processo foi movido pela Deutsche Umwelthilfe (DUH), associação de proteção ao meio-ambiente.
 
A DUH pretende obrigar dezenas de localidades alemãs – entre elas, Stuttgart (sul) e Dusseldorf (oeste) – a tomar medidas mais rigorosas contra a poluição do ar.
 
 
Carros podem desvalorizar
 
Qualquer restrição vai acelerar a queda de consumidores de carros a diesel, devido a preocupação por desvalorização nos veículos e possíveis recalls. O veto na Alemanha também pode influenciar outros países da região a tomarem medidas parecidas.

 

 

Integrantes do Greepeace prostetam nesta terça-feira (27) contra o uso de carros a diesel em frente à corte federal em Leipzig, na Alemanha (Foto: Fabrizio Bensch/Reuters)

Integrantes do Greepeace prostetam nesta terça-feira (27) contra o uso de carros a diesel em frente à corte federal em Leipzig, na Alemanha (Foto: Fabrizio Bensch/Reuters)