Fiscalização

Fiscalização da Polícia Ambiental apreende 600 quilos de carvão ilegal em Piquerobi

23 de fevereiro de 2020

Quando chegaram à propriedade rural para a averiguação de uma denúncia, os militares constataram a existência de um forno que tinha sido apagado havia pouco tempo.

 

 

Carvão produzido ilegalmente foi apreendido em Piquerobi — Foto: Polícia Militar Ambiental

Carvão produzido ilegalmente foi apreendido em Piquerobi — Foto: Polícia Militar Ambiental
 
 
 
 
 
A Polícia Militar Ambiental apreendeu nesta quinta-feira (21), em uma propriedade rural em Piquerobi (SP), 600 quilos de carvão vegetal que haviam sido produzidos de maneira ilegal na área.
 
A corporação dirigiu-se ao local depois de receber uma denúncia sobre produção e armazenamento irregulares de carvão.
 
Quando chegaram à propriedade rural, os militares constataram a existência de um forno para a produção de carvão que tinha sido apagado havia pouco tempo.
 
Em seu interior, havia 600 quilos de carvão.
 
Um homem de 59 anos, identificado como o proprietário do local, informou aos policiais que não tinha autorização para a produção do carvão.
 
Com isso, os militares aplicaram-lhe um auto de infração ambiental na modalidade de advertência por ter em depósito 600 quilos de carvão vegetal sem autorização do órgão competente, conforme o artigo 48, parágrafo 1º, da resolução SMA-48/2014.
 
Penalmente, o homem ainda responderá pelo crime previsto no artigo 46 da lei federal nº 9.605/98.
 
Como ainda estava dentro do forno que acabara de ser apagado, o carvão foi apreendido e depositado com o infrator.
 
Posteriormente, o material será transportado para a Base Operacional de Presidente Epitácio (SP), onde ficará apreendido à disposição da Justiça.
 
 
 
Carvão produzido ilegalmente foi apreendido em Piquerobi — Foto: Polícia Militar Ambiental
 
Carvão produzido ilegalmente foi apreendido em Piquerobi — Foto: Polícia Militar Ambiental