Brasil

Brasil tem mais de 12 mil casos confirmados de coronavírus entre indígenas, diz Ministério da Saúde

25 de julho de 2020

Número de mortos desde o início da pandemia até a última semana chegou a 231.

 

 

Povos indígenas Huitoto usam máscaras, na cidade de Leticia, na região da Amazônia colombiana, em meio a preocupação com a disseminação do novo coronavírus, na quarta-feira (20)  — Foto: Tatiana de Nevó / AFP

Povos indígenas Huitoto usam máscaras, na cidade de Leticia, na região da Amazônia colombiana, em meio a preocupação com a disseminação do novo coronavírus, na quarta-feira (20) — Foto: Tatiana de Nevó / AFP
 
 
 
 
Ao menos 12.049 indígenas brasileiros foram infectados pelo novo coronavírus e 231 morreram por Covid-19 desde o início da pandemia, segundo números do Ministério da Saúde divulgados nesta sexta-feira (24).
 
A Região Norte foi a que mais teve casos entre os povos tradicionais, com ao menos 8.348 confirmações e 137 mortes. No Nordeste, segunda região com mais casos, 2.057 indígenas confirmaram para Covid-19 e 38 morreram.
 
É na região Centro-Oeste que está o segundo maior número de mortes por Covid-19 entre indígenas do Brasil, com 46 mortes. É também onde está a maior taxa de letalidade da doença, 5,2% dos infectados morreram, no resto do país o número não ultrapassa os 2%.
 
Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás concentram 892 casos confirmados da doença na população tradicional. As regiões Sul e Sudeste têm, juntas, 752 casos confirmados entre indígenas e 10 mortes pela doença.