Boca no Trombone!

Lago de esgoto da Sabesp

9 de junho de 2005

“Estou encaminhando a vocês um problema que ocorre em Ribeirão Pires, cidade localizada no ABC de São Paulo e que ganhou o título de Estância Turística, apesar de possuir esgoto a céu aberto. Eu possuo um imóvel no condomínio Jardim Jaqueline, localizado a 3km do centro. O condomínio apresenta sérios problemas na rede de esgoto…. Ver artigo

“Estou encaminhando a vocês um problema que ocorre em Ribeirão Pires, cidade localizada no ABC de São Paulo e que ganhou o título de Estância Turística, apesar de possuir esgoto a céu aberto. Eu possuo um imóvel no condomínio Jardim Jaqueline, localizado a 3km do centro. O condomínio apresenta sérios problemas na rede de esgoto. Essa rede foi construída num brejo e todas as manilhas saíram fora do lugar, causando entupimentos e vazamentos. O que era antes apenas um brejo, agora é um “lago de esgoto”.
Após inúmeras reclamações, fica um jogo de empurra entre a Sabesp e a Prefeitura.
Anderson Petizme ampetizme@terra.com.br Ribeirão Pires – SP


Multa cancelada
“A Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo cancelou uma multa de R$ 10 mil contra a Mineradora Ibar. A denúncia do engenheiro-agrônomo José Edílson Dias, ex-Diretor Geral do Depto. Estadual de Proteção aos Recursos Naturais, é que a Mineradora Ibar, na Estrada do Rio Acima, Km 1, município de Biritiba-Mirim, região de Mogi das Cruzes, fez um empreendimento que depredou extensa área verde. A área é de manancial e próxima à nascente do Rio Tietê. A multa foi cancelada sem uma justificativa real e esse é um equívoco da Secretaria Estadual do Meio Ambiente.”
José Edílson Dias <diasje@uol.com.br >
Fernando Coelho e Dora Vieira < dora.vieira@uol


Filatelia & Meio Ambiente
Até vocês da FMA deixaram de publicar a coluna Filatelia & e Meio Ambiente! Será que esse é mais um protesto pela corrupção nos Correios? Ou será em protesto à CPI? Ou será, simplesmente, porque a ECT está agora mais preocupada em sobreviver à crise de barganha, às comissões por fora e às verbas para partidos políticos? A coluna é muito boa para deixar de ser publicada.
Teo Marques G. Oliveira – São Paulo – SP