Boca no Trombone!

Às vezes, não dá para segurar. Só mesmo o desabafo para protestar e exigir respeito ao meio ambiente.

25 de novembro de 2005

SOS GramadoCom o apoio de diferentes associações de bairro e outras entidades, estamos organizando uma manifestação pública em defesa do meio ambiente de Gramado, RS. A comunidade e os turistas vão demonstrar sua profunda preocupação com o crescimento desordenado que Gramado vem tomando nos últimos anos. Esse crescimento já está afetando de forma quase irreversível… Ver artigo

SOS Gramado
Com o apoio de diferentes associações de bairro e outras entidades, estamos organizando uma manifestação pública em defesa do meio ambiente de Gramado, RS. A comunidade e os turistas vão demonstrar sua profunda preocupação com o crescimento desordenado que Gramado vem tomando nos últimos anos. Esse crescimento já está afetando de forma quase irreversível o ambiente natural, social e econômico da cidade, com uma descaracterização paulatina e destrutiva do município. O problema tem vários aspectos e dimensões. Podemos destacar: expansão urbana desregrada sem infraestrutura necessária; apropriação indevida de áreas verdes; atração indiscriminada de mão-de-obra com o consequente aparecimento de bolsões de pobreza; alarmante contaminação e destruição de recursos hídricos; baixo nível de saneamento público; eliminação desenfreada da vegetação nativa; poluição visual causada por propaganda que não se harmoniza com o contexto ambiental; destinação inadequada dos resíduos industriais; inexistência de área específica para fins industriais; e, da maior importância, ausência de uma política pública permanente de educação ambiental.
 Yamil e Sousa Dutra
Coordenação de Comunicação MARH
dutras@hotmail.com 
(54 )286-3702; (54) 9115-8814 
Gramado – RS


Carvoarias matam Cerrado na BA
Nossa denúncia é contra os crimes ambientais aqui na região e contra o Ibama-BA. Até quando o Ibama vai ficar sem cumprir sua função? O coronelismo, o mando dos fazendeiros e o descaso das autoridades só nos causam vergonha de termos nascido nessa região de Barreiras. O Cerrado baiano está desaparecendo! Denunciamos o assoreamento de rios da bacia do São Francisco e o descaso do Ibama de Barreiras-BA. Muitos fazendeiros afirmam ter autorização para a derrubada da mata. O próprio Ibama fornece a autorização, mas não fiscaliza. Protocolamos um documento na Ouvidoria do Ibama, em Brasília, denunciando estes abusos. A Ouvidora Sônia Braz afirmou que o trabalho foi prejudicado pelas eleições, mas prometeu tomar providências. Os correntinenses sabem que o Ibama local tem sido conivente com a exploração desordenada. Não podemos mais confiar no Ibama de Barreiras. O pessoal do Ibama libera área para desmatamento sem nenhum projeto de reflorestamento. E os fazendeiros usam a madeira para as carvoarias. Quase 900 denúncias contra a má atuação do Ibama já foram protocoladas. Os rios Arrojado, Correntina e Santo Antônio – afluentes do rio São Francisco – estão sofrendo as conseqüências da erosão e do assoreamento.
Domício Pereira de Souza
(Conselho Municipal do Meio Ambiente)
Everaldo de Araújo
(CDL e Conselho Municipal do Meio Ambiente)
Lourival de Miranda (Vereador PSDB)
Correntina – BA <dioambi@yahoo.com.br>