Boca no Trombone!

13 de junho de 2007

Serra VermelhaPrimeiro, quero muito parabenizá-los pela reportagem sobre Serra Vermelha. Depois quero também contar mais um detalhe importante: Na região de Morro Cabeça no Tempo, todos sabem que aquelas terras foram vendidas  por Dalva Batista à empresa JB Carbon. Esta senhora é esposa do vice-prefeito de Redenção, mas é natural de Morro Cabeça no Tempo…. Ver artigo

Serra Vermelha
Primeiro, quero muito parabenizá-los pela reportagem sobre Serra Vermelha. Depois quero também contar mais um detalhe importante: Na região de Morro Cabeça no Tempo, todos sabem que aquelas terras foram vendidas  por Dalva Batista à empresa JB Carbon. Esta senhora é esposa do vice-prefeito de Redenção, mas é natural de Morro Cabeça no Tempo. Ela inclusive já ameaçou o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais desse município. Ah tenho uma foto dela participando de um protesto a favor da JB CARBON onde ela se passa como ex-funcionária do projeto.
Cleiton  Devesa – cdevesa@bol.com.br – Piauí


Desmatamento de mangue
Quero fazer uma denúncia urgente. Estão desmatamento uma área de mangue para
construção de um clube, no distrito de Paripueira, município de Beriberibe, Ceará. Dá para ver da estrada e a praia aqui é um paraíso. O nome do estabelecimento é Marcos da Ostra. Precisa vir aqui uma fiscalização urgente.
Ronaldo – ronaldobellosjeans@yahoo.com.br – Beriberibe – CE


Queimadas
Vem aí a temporada das queimadas, dos incêndios florestais e da poluição dos céus brasileiros pela fumaça. Será que não dá para evitar este prejuízo para o País e para o meio ambiente?
Kênia Cintra – Cuibá – MT


Revolução
Todos nós somos vítimas do aquecimento global. Não dá para ficar do lado de cá do balcão criticando o governo e ação de empresas que só visam o lucro. Como diz o arquiteto Oscar Niemeyer, do alto de seus 99 anos, só mesmo uma revolução! Sabedoria pura…
Gilma M. Souza – estudante de arquitetura – Rio de Janeiro – RJ


PAN para conferir
Será que, como dizem, o PAN do Rio de Janeiro será mesmo sustentável. Vou pagar pra ver. Estamos organizando um grupo de estudantes, aqui no Rio, para cobrar esta sustentabilidade dos organizadores dos Jogos. Vamos colocar a Boca no Trombone depois. Esperem para ver!
Silvia Ney, José Borges, Viviane, Joyce – Fundão – Rio de Janeiro