Boca no Trombone!

16 de dezembro de 2007

Alerta máximo“Muito bem-vindo o turismo, o progresso e o desenvolvimento para o litoral nordestino. Mas existe um alerta máximo: estão destruindo os manguezais para construir resorts, condomínios de luxo e implantar culturas de camarão. Estão se esquecendo que o manguezais são os berçários e criatórios da maioria da vida marinha. Onde anda a fiscalização? Onde… Ver artigo

Alerta máximo
“Muito bem-vindo o turismo, o progresso e o desenvolvimento para o litoral nordestino. Mas existe um alerta máximo: estão destruindo os manguezais para construir resorts, condomínios de luxo e implantar culturas de camarão. Estão se esquecendo que o manguezais são os berçários e criatórios da maioria da vida marinha. Onde anda a fiscalização? Onde anda as autoridades do Ibama? Este é um grito de alerta máximo. Depois é tarde”.
Agenor F. Cândido Filho – Salvador – BA


Greve pela
não transposição

“A greve de fome do bispo de Cabrobó, Dom Luiz Cappio,  e de José Santana Monte, José Hélio Ferreira da Silva, Maria Isabel da Silva e Romualdo Pessoa, do Movimento dos “Pequenos contra a transposição do rio São Francisco”, é um aviso. Mostra como o povo nordestino vem sendo chantageado através dos tempos com obras faraônicas. O povo continua com sede e a cabra, citada pelo presidente Lula, continuará morrendo atada no poste da casa. A transposição só vai beneficiar os velhos coronéis, o monopólio do cimento, que sempre exploraram e continuam explorando o povo nordestino”.
Lima B. Soares –
Cabrobó – PE



Policagem
com a água

“A seca atinge diretamente a população carente nordestina que marcha em busca da sua sobrevivência. A água, condição humana para sobreviver fica submetida à negociação em períodos eleitoreiros. Isso é uma lástima”.
Flávio Guimarães – falguima@yahoo.com.br