Boca no Trombone!

Às vezes, não dá para segurar. Só mesmo o desabafo para protestar e exigir respeito ao meio ambiente.

28 de fevereiro de 2008

S.O.S. CINTURÃO VERDE“Temos um Cinturão Verde  que corre perigo. É uma área de mata nativa rica em fauna e flora com uns 15 hectares. Está situado no município de Alvorada, entre os bairros Jardim Poa e Jardim Algarve. Por falta de vontade política dos governantes e falta de conscientização dos moradores que residem ao seu… Ver artigo


S.O.S. CINTURÃO VERDE
“Temos um Cinturão Verde  que corre perigo. É uma área de mata nativa rica em fauna e flora com uns 15 hectares. Está situado no município de Alvorada, entre os bairros Jardim Poa e Jardim Algarve. Por falta de vontade política dos governantes e falta de conscientização dos moradores que residem ao seu redor, o Cinturão Verde passa por um triste processo degradação. Isso gera um forte impacto ambiental que em breve se tornará irreversível. Seria possível que ONGs ou o Ibama ou até mesmo a fiscalização do MMA ajudar na preservação deste cinturão verde? É um pedido de socorro”.
 Ana Cláudia – cinturaoverde@hotmail.com
Alvorada – RS


Grito de alerta
“Queria fazer um pedido. Melhor ainda: queria dar um grito de alerta! Moro no Rio de Janeiro e gosto de visitar os parques na nossa região, como em Itatiaia, Teresópolis e na Serra do Mar. Tenho encontrado muita poluição, muito lixo e até mesmo desmatamento. Acho que a fiscalização sozinha não dá conta de tanta área a ser preservada. Mas acho também que cada visitante, cada cidadão deveria exercer o sagrado dever de vigiar e avisar a fiscalização quando encontra pessoas que agridem nossas reservas e colocam em risco nossos parques”.
Solange G. de Almeida – Rio
de Janeiro – RJ


Alegria e sujeira
não combinam

“Acho que o Carnaval é tempo de alegria, de música e descontração. Mas acho também que Carnaval é tempo das pessoas continuarem a ser civilizadas, limpas, cidadãs e honestas. Por que tanto lixo no Carnaval? Por que perturbar quem não gosta de zoar? Sujeira, jogar lixo na rua, atropelar, brigar, beber demais, enfim, para ser alegre e cantar não precisa extrapolar e passar dos limites. É só um recado e vale para os próximos carnavais e os próximos grandes eventos”.
Mariana B. Leite –  Belo Horizonte – MG
 
Riacho cor de jeans
“Aqui é Cajamar, Itaquaquecetuba e Poá os riachos têm cor de jeans: azulzinhos, azulzinhos. O município tem 17 confecções. Algumas são empresas formais outras são informais. O que queremos saber é onde está a fiscalização? Outra coisa: quem fiscaliza os fiscais?”
Mário B. M. Filho – Cajamar- SP