Boca no Trombone!

21 de março de 2009

Maricá abandonada   Quem passeia pelo complexo ecossistêmico da Área de Proteção Ambiental – APA de Marica fica horrorizado com tantas carcaças de veículos depenados, certamente roubados. Isto reflete uma imagem de insegurança e de falta de gestão por parte do governo. Além da desova de carros roubados, a Unidade de Conservação tem sido objeto da… Ver artigo

Maricá abandonada
   Quem passeia pelo complexo ecossistêmico da Área de Proteção Ambiental – APA de Marica fica horrorizado com tantas carcaças de veículos depenados, certamente roubados. Isto reflete uma imagem de insegurança e de falta de gestão por parte do governo. Além da desova de carros roubados, a Unidade de Conservação tem sido objeto da extração ilegal de areia (já foram identificados dois pontos), pastagens, queimadas, desmatamentos, caça de animais silvestres, despejo de lixo e comércio irregular.
Gerhard Sardo
gerhard@conectacom.net



Olho vivo, gente!
“Eu li e fiquei muito preocupada. Se a cada ano o mundo ganha 80 milhões de pessoas como administrar os recursos naturais, sobretudo água, para tanta gente? Hoje o mundo tem mais de 6 bilhões de pessoas e cresce a demanda por comida, por água, por saneamento e por tantas coisas mais.
A Unesco estima que cinco bilhões de pessoas sofrerão com a falta de saneamento básico em 2030. O tiroteio está muito próximo. Olho vivo, gente!”
Bete Moreira S. Dantas 
Belo Horizonte – MG


Céu e purgatório
“Tenho observado muito o céu brasileiro e, quando viajo, o de outros países. Olha, quem quiser prestar a atenção pode comprovar o que eu estou dizendo: a visibilidade do céu tem diminuído muito. Justamente devido à poluição, à fuligem, bloqueio dos raios solares. Este tal de aquecimento global e esta tal de mudança climática estão deixando a vida mais triste e os céus mais purgatórios”!
Sirley M. Aquino – São Paulo – SP


Tráfico de animais
“Eu vim agora de carro de Sergipe e passando pela Bahia, às margens das rodovias, ainda têm muita gente vendendo animais silvestres. Tem filhotes de pássaros, tem ovos de pássaros e tem até alguns bichinhos menores. Será que não dá para o Congresso Nacional criar uma lei mais severa para combater o tráfico de animais? O tráfico de drogas tem pena mais dura que o tráfico de animais. Deveria ser o contrário.”
Carminha B. Santos
Campinhas – SP