Boca no trombone!

20 de abril de 2011

Crime em Fortaleza

Crime em Fortaleza


“O crime foi cometido no Carnaval. A empresa BSPAR de Fortaleza-CE proprietária de um terreno de cerca de 10.000 m², no cruzamento das Avenidas Santos Dumont e Virgilio Távora, numa atitude covarde, aproveitou-se do feriado para dizimar todas as arvores que existiam no local (umas 60) e, por conseqüência, toda a vida animal ali existente: aves e pequenos mamíferos. Moradores da região assistiram incrédulos ao que mais parecia uma operação de guerra. Com o uso de máquinas de grande porte e dezenas de caminhões, derrubaram todas as arvores, uma a uma. A cena era incrível, porque os pequenos animais e aves, muitos com filhotes, corriam desesperados pelas avenidas. Houve muitos atropelamentos.


Dois detalhes inusitados: 1) a empresa BSPAR (Beto Studart Participações) é sócia da empresa DELPHI Engenharia de Rio Grande do Norte e é detentora do certificado ISO 14001 concedido pelo Bureau Veritas Certification. 2) a empresa diz que existia autorização da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, pois “foi feito um levantamento no local e não havia indícios de vida animal”. Tudo mentira!


Contactamos a certificadora, que ainda não deu posição sobre o fato. Queremos saber se dinheiro comprou a certificação. Mas a BVC até agora não deu uma posição quanto aos critérios adotados na concessão dos certificados ISO.


De qualquer forma fica aqui o desabafo e a revolta não só minha, mas de uma grande parte dos fortalezences acerca dessa atitude covarde e criminosa, feita com o aval da Prefeitura de Fortaleza e a conivência do Bureau Veritas Certification”.


Artur Agostinho- sorteca@hotmail.com – Fortaleza-CE


(Leia a crônica de ANA MIRANDA “Réquiem para um Bosque”