Com a palavra, o leitor

5 de março de 2004

  Marina e árvore Duas matérias me chamaram a atenção na edição 108 e tenho que dar meu testemunho de eficiência, coerência e competência da equipe de jornalistas da Folha do Meio. A maravilhosa entrevista da senadora Marina Silva (humilde, segura e muito séria. Verdadeiramente fantástica!) E a beleza da foto da capa, de Rui… Ver artigo

 


Marina e árvore


Duas matérias me chamaram a atenção na edição 108 e tenho que dar meu testemunho de eficiência, coerência e competência da equipe de jornalistas da Folha do Meio. A maravilhosa entrevista da senadora Marina Silva (humilde, segura e muito séria. Verdadeiramente fantástica!) E a beleza da foto da capa, de Rui Fachini. Uma prece à árvore. Texto e fotos foram dez! Parabéns! 


Sheyla M. de Azevedo Santos (universitária UFRJ)
RIO DE JANEIRO – RJ


Divisor de águas


A Folha do Meio Ambiente é o único jornal brasileiro que tem dado espaço e discutido a criação da Agência Nacional de Águas. Os brasileiros (e a imprensa de modo geral) ainda não perceberam que essa Agência será um órgão que vai mudar definitivamente a relação das pessoas e das empresas com a água. Estou fazendo três assinaturas para toda minha equipe porque me rendi à importância, pluralidade e isenção dessa publicação. 


Carlos Augusto Nunes Figueiredo (empresário)
SÃO PAULO – SP


Paranapanema


Escrevo esta carta para parabenizar um anúncio. Queria mandar meu abraço para a agência de publicidade que bolou o anúncio “Os Dirigentes do Brasil desde a Independência” e para a Paranapanema que o veiculou. Guardei a página e já tirei mais de uns 20 xerox para escolas e pessoas que viram o jornal aqui em casa. Queria saber a agência que fez o anúncio, pois a idéia é ótima e o texto é tão simples como correto.


NR: A idéia foi do assessor de comunicação da Paranapanema, jornalista José Silveira. 


Esperanto


Aí vai um BB com R$30,00, para renovar minha assinatura. Com tradução em inglês está bem mas… para ajudar a descobrir o idioma nacional a Folha do Meio poderia dar uma forcinha ao Esperanto, dizendo algo favorável e convidando o leitor a descobrir como é a genial gramática da língua neutra.


George Otto Vaske
São Sebastião do Caí-RS


Ecoporé


Queremos comunicar aos leitores da Folha do Meio a mudança de endereço da ECOPORÉ – Ação Ecológica Guaporé.


Em Assembléia Geral da entidade em 05 de Agosto de 2000, ficou estabelecida a transferência da sede de Rolim de Moura – RO, para porto Velho – RO. Em Rolim de Moura continuará um núcleo da entidade. Nossos Objetivos:


I – Defesa incondicional de áreas protegidas, com atuação que favoreceu a criação de Reservas Extrativistas, defesa de Terras Indígenas, Reserva Biológica do Guaporé e nas propriedades particulares as Reservas Legais e Matas Ciliares.


II – Políticas Públicas – A ECOPORÉ tem participado em políticas públicas, defendendo o desenvolvimento regional social e ambientalmente sustentado, atuando em parceria com a sociedade civil organizada, em programas e projetos como: Planafloro, Programa Piloto PPG7, Proecotur, etc.


III – Educação Ambiental – Além de uma pequena biblioteca e videoteca à disposição da comunidade, em especial para estudantes, a ECOPORÉ promove seminários, palestras, realização e divulgação de pesquisas, campanhas e periodicamente editamos o Boletim da Ecoporé, repassando informações de cunho ambiental.


João Alberto Ribeiro – Presidente
Porto Velho-RO


Lixo Urbano


Nossa Unidade Escolar realizou, com êxito, as atividades coordenadas pelo Projeto Lixo Urbano: A ENQUETE “Lixo: qual é o X da questão?”, do Núcleo de Cultura do Guadá, e a exposição de trabalhos realizados através da técnica Cestaria em Jornal, desenvolvidos pela professora Eva.


Nos dias 02, 03 e 04 de outubro, fizemos um Desfile de Moda. Os modelos desfilaram com roupas confeccionadas com material alternativo (o lixo produzido em torno da comunidade escolar) e apresentaram, na roupagem um símbolo para o projeto em questão.


Estamos produzindo adubo orgânico, através de um processo de compostagem, reciclando papel (jornal) e ministrando uma oficina para animadores culturais e professores de arte. Nesta oficina, orientamos a reciclagem do lixo sólido, que está sendo transformado em figurinos, cenários e adornos.


Helenita M. B. Silva – Resp. pelo Projeto Lixo Urbano
Duque de Caxias-RJ


Marabá


O Grupo Espeleológico de Marabá (GEM) comemorou dia 08 de agosto, 11 anos de existência. São muitas conquistas e trabalhos ao longo desses anos. Fundado com o objetivo de descobrir, explorar, documentar e preservar as cavidades geológicas naturais, estruturas ruiniformes e cachoeiras da região, hoje é um dos principais grupos que desenvolvem pesquisas dessa finalidade na Amazônia. Durante estes anos de atuação, estão sendo extremamente essenciais o apoio da Fundação Casa da Cultura de Marabá e Fundação Serra das Andorinhas, que ministram cursos, doam material de campo, patrocinam excursões e muito mais.


Fundação Casa da Cultura
Marabá-PA


Alto Rio Negro – SC


Já se vão quase três anos que os Municípios de Campo Alegre, Rio Negrinho, São Bento do Sul e, há um ano Corupá, uniram-se em um objetivo comum: preservar a Bacia Hidrográfica do Alto Rio Negro Catarinense, rica em belezas naturais e com uma surpreendente biodiversidade.


Para tal, desconsideraram os limites geopolíticos e político-partidários, considerando a extensão territorial de seus municípios como uma só: a extensão territorial do Consórcio Quiriri.


Temos ainda muito o que fazer: novos projetos, melhorias na estrutura, adesão de mais municípios, extensão dos programas já em andamento. Temos, então, a certeza que nosso trabalho veio realmente para ficar.


Consórcio Quiriri
São Bento do Sul-SC


ACV-Andaraí


Solicito uma assinatura da Folha do Meio Ambiente para nossa organização, lembrando que este jornal é uma valiosa fonte de pesquisa em nosso acervo, e está sempre acessível a alunos das escolas, a turistas que nos visitam e a comunidade em geral. 


A Associação dos Condutores de Visitantes de Andaraí – ACVA, é uma entidade civil não-lucrativa, de caráter social e ambiental voltada para o desenvolvimento sustentável da região da Chapada Diamantina, com declarado comprometimento com a melhoria da qualidade de vida. A ACVA tem como objetivo defender os direitos de organização dos condutores (guias) de visitantes da cidade de Andaraí, defender a ecologia, promover junto aos seus associados bem como as comunidades, seminários e cursos ligados a ecologia, turismo e ao desenvolvimento da região. Se empenha também em incentivar as comunidades a participar das questões sociais, ambientais e turísticas. 


Associação dos Condutores de Visitantes de Andaraí – ACVA 
Herculano Oliveira de Macedo 
Vice-Presidente/ACVA 


Andaraí-BA
Aprender fazendo


Sou leitor assíduo da Folha do Meio Ambiente e reconhecendo-a como um dos mais importantes informativos na área ambiental. Parabenizo-o pelo empenho na manutenção e aprimoramento constante da FMA.


Estou cursando o oitavo semestre de biologia na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro e desde 1998 faço parte de um grupo de Educação Ambiental denominado ‘Aprender Fazendo’. O objetivo deste grupo é ministrar oficinas de atividades de educação ambiental que dêem subsídios para o desenvolvimento desta importante atividade nas escolas públicas, particulares, grupos escoteiros e outros.


Gostaria de pedir sua colaboração no evento na forma de doação de 70 exemplares da Folha do Meio Ambiente para serem incluídos nas pastas que serão distribuídas aos inscritos.


Eduardo Bernhardt
Seropédica-RJ


Florianópolis


Sou estudante da Universidade Federal de Santa Catarina e tentaremos desenvolver uma pesquisa sobre a conscientização ambiental da população urbana de Florianópolis. Precisamos muito do apoio de vocês. 


Larissa Berwanger Iberwanger@ig.com.br
Santa Catarina-SC


NR.: Você pode encontrar na edição 82, de maio de 1998, da FMA, o material necessário


Água potável


Sou estudante do Ensino Médio e estou realizando uma pesquisa sobre água potável. Precisaria de mapas ou qualquer outro “desenho” que demonstrasse os recursos hídricos mundiais e brasileiros. Pode ser sugestão de livros, revistas ou a edição da Folha do Meio em que encontro. Como faço para receber edições anteriores? Qual é o preço. Se puderem me ajudar ficarei grata. Parabenizo-os pelo excelente trabalho.


Vivian Vicentini Kuss
valdir@laguna.com.br


NR.: Vivian, veja na internet folhadomeioambiente.com.br, as edições de março e de abril. Para as edições anteriores, favor entrar em contato com Izabel (61) 321-3765


Solidariedade


Estou recebendo com muita alegria a Folha do Meio Ambiente.


A Força da Solidariedade – semeando lições de cidadania também estão todos os abnegados que formam o corpo editorial deste importante jornal ecológico que é a Folha do Meio. 


Jurandir Schimdt
Joinville-SC


ANAMMA


A Associação Nacional de Municípios e Meio Ambiente, criada em 1989, conta com quase 1800 municípios brasileiros filiados, e vem divulgando ações e projetos voltados ao desenvolvimento do meio ambiente, notadamente, o urbano.


Em seu X Encontro Anual, ocorrido em Fortaleza – Ceará, em junho deste ano, a ANMMA elaborou a “Carta de Fortaleza”, com o intuito de divulgar uma proposta de programa básico de meio ambiente e desenvolvimento sustentável dando sugestões que auxiliem os futuros prefeitos nas gestões ambientais locais.


ANAMA – Associação Nacional de Municípios e Meio Ambiente
Rio de Janeiro-RJ


Outras Correspondências: Funep – Fundação de Estudos e Pesquisas em Agronomia, Medicina Veterinária e Zootecnia (Jaboticabal-SP); ANJ – Associação Nacional de Jornais (São Paulo-SP); ABERT – Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Brasília-DF); Impresso Entre Amigos (Joinville-SC); Ambassade du Brésil (Paris); Embaixada Real da Noruega (Brasília-DF); Embaixada do Reino do Marrocos (Brasília-DF); Marrocos Notícias (Brasília-DF); Boletim Informativo da Mata Atlântica (Brasília-DF); (Jornal do Síndico (Brasília-DF); Senador Pedro Simon (Brasília-DF); Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) (Brasília-DF); Centro Educacional Santa Marta (São Lourenço-MG).