Cartas

Com a palavra, o leitor

23 de maio de 2007

Tráfico de animais Preciso muito do livro “A Tutela Jurídica dos Animais” , da autora Edna Dias, que está praticamente esgotado. Gostaria que algum leitor ou mesmo alguma livraria, sebo, ou quem sabe a própria autora pudessem me ajudar.  É que escolhi este tema para minha monografia  e, pelo que li uma matéria na Folha… Ver artigo

Tráfico de animais


Preciso muito do livro “A Tutela Jurídica dos Animais” , da autora Edna Dias, que está praticamente esgotado. Gostaria que algum leitor ou mesmo alguma livraria, sebo, ou quem sabe a própria autora pudessem me ajudar.  É que escolhi este tema para minha monografia  e, pelo que li uma matéria na Folha do Meio Ambiente, este livro é fundamental.
Larissa Donaire – larissa2donaire@uol.com.br
NR: De fato, Larissa, fizemos uma nota sobre o livro da professora e advogada Edna em agosto de 2000. Essa é uma discussão sempre muito oportuna, pois as relações do homem com os animais e com a natureza têm sido regidas pelo domínio. Para Edna Cardozo Dias, dessa relação nasceram atitudes positivas e negativas de domínio e de maus-tratos, todas elas da crença bíblica de que Deus outorgou ao homem o domínio sobre todas as cria-turas. Ao se colocar no centro do Universo, o Homem vem legitimando toda sorte de exploração dos animais e da natureza. Não sei se o telefone dela continua o mesmo: (31) 3213-2777


Quarteirão Paulista


 Nós somos hoje, no vale do São Francisco, 16 milhões de pessoas. Em 2042 seremos 100 milhões. Consumimos para o gasto doméstico 19,50 milhões de metros cúbicos de água por dia. A capacidade total de armazenamento (reservatório de Sobradinho e Itaparica) é de 18 bilhões de metros cúbicos anual.
Nos anos de seca não acumula nada, passam 300 m3/seg. Teria que passar 2400m3/seg para produzir eletricidade. O que isto significa para o paulistano? Que vai aumentar a falta de energia. No período seco as rua Augusta, avenida Paulista, rua Frei Caneca, avenida da Consolação, o centro, etc. receberão muito mais hóspedes flagelados nas calçadas que nos anos anteriores. Em 2042, a po-pulação sãofranciscana consumirá 120 milhões de metros cúbicos de água potável por dia para uso doméstico, as secas e as cheias serão as mesmas, a população cinco vezes maior. Como saciar a sede sempre crescente das cidades, dos animais, da terra agrícola, da navegação e da produção de energia elétrica, se o governo quer transpor as águas para atender as siderurgias dos coreanos no porto do Pecem?  Será que não será uma boa contribuição para o aquecimento global?
Cláudio Vianna – Frente de Sobradinho – Bahia


Herói ou vilão?


O mundo fala mal do Brasil em relação à devastação das florestas, porém Europa e os USA fizeram isto há muito tempo, mas fazem questão de esquecer. Vou recomendar aos meus amigos da Europa a leitura da edição de março da Folha do Meio Ambiente. Passei o link do seu jornal e as pessoas disseram que não conseguiram abrir todos os artigos. Mas todos elogiaram o jornal e acharam muito interessante. Acredito que os artigos que não conseguir abrir sejam de acesso exclusivo para as-sinantes, estou certo? De qualquer forma, parabéns pelo seu veículo de comunicação que aborda assuntos atuais e importantes para o ser humano e o nosso planeta.
Paulo Rogério –  www.rogles.com.br
São Paulo – SP
NR: Obrigado pelo email e pela recomendação da leitura do jornal. Na verdade, apenas os assinantes da edição impressa têm acesso total ao conteúdo da Folha do Meio on line. A questão é simples: a FMA é um projeto que tem 18 anos e vive exclusivamente por conta do suporte financeiro que recebe pelos anúncios e pelas assinaturas. A elaboração do jornal, desde o seu nascimento em junho de 1989, está por conta de um grupo de jornalistas profissionais a partir de Brasília, mas espalhados por todo o Brasil.


Relógio das aves


Li sua reportagem sobre Johan Dalgas Frisch e estou muito interessado no relógio que tem o canto dos pássaros, também no livro que acompanha a publicação. Como posso fazer para adquirir?
Luiz Gonçalez Filho –
luizgoncalez-9@hotmail.com
NR: Obrigado pelo email. O relógio é mesmo lindo e quem vende é o escritório do Johan Dalgas Frisch, em São Paulo. Vou lhe passar o endereço, o email e o telefone: birte@uol.com.br  /  fone: 11-38154534.


Material didático


Sou professora da Escola Jean
Piaget e trabalho com a alfabetização. Estou precisando de material didático que fale de produtos reciclavéis e não- recicláveis. Estamos fazendo um projeto na escola, com nossos alunos, que envolve a questão de reciclagem e meio ambiente.
É muito importante a gente ter informações seguras, confiáveis e novas sobre este tema, pois nossas comunidades precisam saber melhor para ter uma ação ecologicamente correta. Aguardo uma comunicação do jornal e dos leitores interessados em nos ajudar.
Isabel Cristina
Nascimento de Sousa –
Lysbella20@hotmail.com
Imperatriz – MA


Vídeos ambientais


Trabalho em uma autarquia do Ministério da Educação, na área de Recursos Humanos. Estamos programando nossa VI Feira de Qualidade de Vida para o mês de setembro e o tema será Meio Ambiente.
Gostaríamos de contar com a colaboração dos senhores, de ONGs e outras entidades no sentido de nos oferecer vídeos referentes ao tema ambiental.
Edna Ferreira  ednaj@fnde.gov.br
PQV/FNDE – – Brasília – DF


AEARSI do rio Sapucaí


Sou Presidente da ONG AEARSI, Associação Ecológica Amigos do Rio Sapucaí, de Itajubá/MG.
Nossa entidade reconhecida como de utilidade pública por Leis Municipal e Estadual. Atuamos na defesa e preservação do ecossistema do nosso rio e promovemos campanhas de educação ambiental e promoção da cidadania.
No momento estamos tocando dois projetos: recomposição de flora e instalação de fossas sépticas. Gostaríamos de trocar experiências com outras ONGs e com a Folha do Meio Ambiente.
celem.m@gmail.com


Cavalos Marinhos


Achamos muito interessante a entrevista com a bióloga Rosana Silveira sobre cavalos marinhos, que faz um trabalho lá em Porto de Ga-linhas-Pernambuco. Gostaríamos de manter contato com ela.
Fabiana Ritzel Scalco –
fabiana@gruposcalco.com.br
NR: Fabiana, fizemos duas grandes reportagens sobre cavalos marinhos e ambas tiveram ótima repercussão. A primeira foi em Porto de Galinhas, no Projeto Hippocampus, com a bióloga Rosana Silveira.
Esta reportagem “Hippocampus: o projeto que luta para salvar os cava-los-marinhos do Brasil” saiu na edição 145 (Março/2004) da Folha do Meio Ambiente www.folhadomeio.com.br.
A segunda reportagem foi com a bióloga Ierecê Lucena Rosa, que tem um projeto fantástico na Universidade Federal da Paraíba junto com o Ibama. Essa matéria “Cavalos Mari-nhos: o fascínio de uma espécie em extinção” saiu na edição 147 (maio/2004)
Contatos
Para contactar Rosana Silveira: labaquac@yahoo.com ou (81) 9977-4652
Rua Sodré s/n Praça 07 – Porto de Galinhas – 55590 – Ipojuca –
Pernambuco
Para contactar Ierecê Lucena Rosa: ierece@dse.ufpb.br ou (83) 216-7768 ou 9996-7775 –
site: www.dse.ufpb.br/lapec
Avenida Olinda, 478 apto. 201 Tambaú 58039-121 João Pessoa – Paraíba