Cartas

Com a pala­vra, o leitor

14 de fevereiro de 2011

Grupo Ecológico Amantes da NaturezaRecebi nesta semana o jornal “Folha do Meio Ambiente”. Fiquei feliz ao ler a reportagem da Maioridade deste veículo de comunicação incomparável, pelos seus artigos, pela seriedade, respeito ao cidadão e ao meio ambiente, responsabilidade pelo trabalho levado à comunidade, pela maneira consciente e criativa que leva a educação a todos… Ver artigo

Grupo Ecológico Amantes da Natureza
Recebi nesta semana o jornal “Folha do Meio Ambiente”. Fiquei feliz ao ler a reportagem da Maioridade deste veículo de comunicação incomparável, pelos seus artigos, pela seriedade, respeito ao cidadão e ao meio ambiente, responsabilidade pelo trabalho levado à comunidade, pela maneira consciente e criativa que leva a educação a todos que usam este jornal. Sou Coordenadora da Ong  GEAN – Grupo Ecológico Amantes da Natureza, em Arroio Grande/RS. Recebo a vários anos este Jornal e cada vez gosto mais de lê-lo e usá-lo para as minhas palestras. Adoro a contra capa…. sempre me chama muita atenção! E também adoro as poesias, pois gosto de escrever algumas, principalmente falando de natureza e meio ambiente. Parabéns pelo trabalho realizado por todos os envolvidos.
Lair Soares Correa  – rial.sc@hotmail.com   Arroio Grande-RS


NR: Lair, você não imagina a força e a energia que a gente recebe quando lemos uma mensagem como esta sua. Há 21 fazemos a Folha do Meio Ambiente. Somos um grupo de jornalistas que pensamos em construir, pela educação e pela conscientização, uma maneira melhor de viver e conviver sem destruir o meio ambiente. Querendo participar do jornal, por favor nos escreva mais e fale de seu trabalho aí no GEAN.


Necrochorume
Sei que a FMA publicou várias matérias sobre o grave caso do chorume. Tenho interesse neste assunto, pois aqui na minha região está acontecendo isto. Como contactar alguém, uma empresa ou mesmo alguém no setor de fiscalização para nos orientar sobre o assunto?
Anselmo  anselmo@mepihengenharia.com.br
NR: Anselmo, fizemos muitas matérias sim. Caso queira receber a edição impressa, por favor, entre em contato com a Catarina na redação do jornal (61-33223033). Para ler a edição online precisa ser assinante do jornal. Neste link você poder ler uma das matérias. http://www.folhadomeio.com.br/publix/fma/
folha/2000/05/cemi104.html?resultado=Encontrei:%2018571


Poesia na aula
É muito bom começar o ano escrevendo uma carta por um motivo bem simples, mas de muito significado para mim. É que o editorial da edição de dezembro foi tão interessante, intercalando alguns conceitos de meio ambiente com trovas, que acabou me tocando profundamente. E me deu uma dica. Sou professora de segundo grau. Pois olhe que aproveitei o editorial para dar a aula inaugural para meus alunos. Fiz um exercício ambiental-literário na sala de aula e funcionou muito bem. Ficou tão interessante e a participação dos alunos foi tão boa que repetimos numa aula seguinte. Queria compartilhar com vocês aí da redação esta experiência porque aprendi uma lição: toda vez que coloco poesia no contexto da aula, os alunos e eu própria ganhamos em emoção e interatividade. A aprendizagem é infinitamente maior. Segue uma trovinha de uma aluna chamada Cecília Morais que foi destaque nas nossas considerações.



Aula é igualzinho uma mata
Tem que ter vida no outono.
Estudar numa aula chata,
Dá muita canseira e sono.


Professora Maria Cândida 
São Gonçalo – RJ


Serra Vermelha
Há mais de um ano tenho acompanhado a luta desta Folha do Meio Ambiente para salvar esta fantástica reserva piauiense chamada Serra Vermelha que está virando carvão sob os olhares indiferentes do governo do Piauí, do Ministério do Meio Ambiente, do Ibama e do ICMBio.  Só num país como o Brasil para se misturar política ambiental com política partidária. O que acontece na Serra Vermelha é um acinte. Uma ignomínia. Um crime de lesa-pátria. Até que fim, o grito solitário desta Folha do Meio Ambiente ecoou pelas páginas de alguns veículos nacionais como a revista ÉPOCA e o jornal Correio Braziliense. Que este crédito suplementar de 150 milhões de Reais para favorecer políticos e empresários ao lado da Serra das Confusões seja questionado pelo Ministério Público e pelos ambientalistas. Pelo menos que seja muito bem fiscalizado para que o dinheiro não caia, mais uma vez, na conta de quem faz da esperteza um meio de vida. Salvar a Serra Vermelha é o que importa.
Saldanha Feitosa – Teresina  – PI


Assinatura
Meu abraço de bom 2011 a todos vocês. Conheci o jornal na sala de aula, por meio de minha professora e amiga do curso tecnologia em gestão ambiental. Sou biólogo e é justamente um veículo como a FMA que estava procurando. Parabéns pelo trabalho sério e informativo que vocês fazem. Preciso de mais informações sobre assinatura.
Silvio Rangel 
aracnotopia@hotmail.com.br


Nascentes do rio Parnaíba
Tenho agendada uma viagem às nascentes do Parnaíba. Como sei que observou bastante aquela área ambiental venho roubar-lhe um pouquinho do seu tempo para me dar alguns conselhos sobre os cuidados a ter – e já agora as vantagens – de uma expedição que me está a entusiasmar bastante.
Vamos um grupo de portugueses, aqui do Norte, no mês de Agosto, num safari fotográfico, mas eu, particularmente, sou um amante da botânica, da agricultura e da vida selvagem. Grato pela atenção, endereço-lhe os meus parabéns pela vida que tem dedicado à defesa do mundo natural.
Domingos Xavier  domixavier@hotmail.com – Portugal
NR: Obrigado pelo email. O rio Parnaíba é um dos mais bonitos do Brasil, tanto as nascentes como a foz na cidade de Parnaíba, onde forma um delta de encantar olhos e corações. Veja na Folha do Meio Ambiente <
www.folhadomeio.com.br > duas matérias importantes. Uma entrevista com o agrônomo Geraldo Gentil Vieira < http://www.folhadomeio.com.br/publix/wp-content/uploads/2006/02/rio_parnaiba165.html > e uma outra reportagem sobre o Delta do Parnaíba no Atlântico ,  < http://www.folhadomeio.com.br/publix/wp-content/uploads/2009/12/delta206.html  >.


Descoberta de fósseis
Por um amigo, recebi o recorte de uma matéria que vocês fizeram em novembro. Edição 214, sobre uma descoberta da maior importância científica: o sítio paleontológico de São Lourenço, a 540 km de Teresina-PI. Precisava muito entrar em contato com estes cientistas, pois pretendo fazer uma viagem de estudos até a região agora em julho.
S.V. Damasceno – São Paulo – SP


NR: Nossa orientação é que o senhor entre em contato com a diretora do Parque Nacional da Serra da Capivara, Niéde Guidon, ou com cientistas ligados à Fundação Museu do Homem Americano – FUMDHAM. Endereço: São Raimundo Nonato – PI – CEP : 64770-000 – Fone / Fax : (89) 3582-1612 – e-mail : contato@fumdham.org.br


Ficha limpa: lei antipoluidora
Se aplicada com rigor a lei da ficha limpa, no Brasil, mais da metade dos políticos não poderia se candidatar. Esta é a melhor lei antipoluição que apareceu, granças a uma proposta popular. Voz do povo é a voz de Deus: que os fichas sujas fiquem longe do dinheiro e dos cargos públicos.
Albertino G. Alvez – Ribeirão Preto-SP


Trânsito
Trânsito é sobretudo meio ambiente. Incrível como o brasileiro gosta de buzinar e se estressa muito quando está dirigindo. O cara já pega o carro de manhã pronto para brigar com outros motoristas. Qualquer barberagem ou fechadinha ou descuido já é motivo para arrumar briga. Há que ter uma campanha forte de educação de trânsito, aliás esse tema merece uma reportagem deste jornal.
Albertino G. Alvez – Ribeirão Preto-SP