Cartas

Com a palavra, o Leitor

19 de abril de 2004

DemagogiaInfelizmente a Câmara Legislativa do Distrito Federal não aponta alternativas no sentido de evitar que o pior possa vir a acontecer em todo o Distrito Federal. Ao invés disso, aprovam leis que contrariam o bom senso e as normas legais, que manda à força cidadãos que pagam todos os tipos de encargos sociais. É o… Ver artigo

Demagogia
Infelizmente a Câmara Legislativa do Distrito Federal não aponta alternativas no sentido de evitar que o pior possa vir a acontecer em todo o Distrito Federal. Ao invés disso, aprovam leis que contrariam o bom senso e as normas legais, que manda à força cidadãos que pagam todos os tipos de encargos sociais. É o caso do projeto de lei que se propõe a dar água e luz de graça para mais de 30 mil pessoas no DF.
O certo seria vários projetos que criam meios e métodos diversos para gerar empregos. O DF já está com todas as áreas públicas e privadas comprometidas pelas invasões. Em pouquíssimo tempo não haverá espaço para mais nada.
Em geral, a qualidade de vida que deveria ser melhorada em todo o DF, está piorando a cada dia que passa.
O desmatamento e a poluição aumentam, juntamente com o exagerado consumo de água e de energia elétrica, principalmente nos bairros periféricos onde a poeira é tanta e as mangueiras ficam diariamente abertas à vontade.
No meu entender há incoerência generalizada e que fere a campanha da CAESB e da Secretaria de Recursos Hídricos do Ministério do Meio Ambiente, que mandam economizar. Uma ordem destoa da outra: a do agrado a deputados distritais.
Nossa pretensão é de apenas querer ajudar. Achamos que os deputados distritais, ao que tudo indica, acenderam o estopim do fomento de mais migração para o DF. E salve-se quem puder com mais invasões, desempregados, desesperos e assaltos. O próprio governo não terá como agüentar. Ou será que estamos errados?! Quem viver verá.
Marelson Bueno – Telefax 351.8416
Taguatingua-DF


Educação
Temos a grata satisfação de enviar os Cadernos Alternativa Ambiental 6, 7 e 8, de autoria dos professores Serafino Antimo Savastano e Márcia Studart Savastano, que integram a série Pesquisa Documental, publicadas através de Convênio de Cooperação Técnico-Científica entre a Fundação Oswaldo Aranha e o Centro de Estudos Alternativos para a Educação Ambiental. Esta série compõe-se de 20 Cadernos que privilegiam uma educação construtiva e de qualidade que ratifica a tão necessária melhoria da qualidade de vida e maximiza a plena cidadania.
Centro de Estudos Alternativos para a Educação Ambiental
Prof. Serafino Antimo Savastano
Prof. Oswaldir G. Denadai
Prof. Agnaldo Q. Coelho
Caixa Postal 87544 – CEP 27600-000
Valença/RJ


Prêmio Esso
Tenho a satisfação de anunciar o lançamento da 44ª edição do Prêmio Esso de Jornalismo que este ano irá contemplar matérias, fotos e criação gráfica com 13 premiações ao todo, no valor recorde de R$ 69 mil.
Tomo a liberdade de solicitar sua especial colaboração para divulgá-lo, com a dupla finalidade de estimular os profissionais de imprensa a produzirem e inscreverem seus melhores trabalhos e de comunicar ao público em geral a realização do concurso pelo 440 ano consecutivo.
Como tradicionalmente ocorre, as inscrições se encerram a 30 de setembro próximo. O anúncio dos vencedores será em dezembro, durante a própria festa de premiação, na qual espero possamos ter a oportunidade de nos encontrar.
Guilherme Duncan
Gerente de Comunicação


Poluição
Trabalhamos nesta cidade, no projeto “Lixo Aquático – vamos limpar os rios”, vinculado à Universidade do Amazonas. Atuamos nos barcos, bares, restaurantes da orla fluvial e escolas. Nossa preocupação principal é com a crescente poluição dos rios e lagos da Amazônia.
Felicíssimo Barbosa de Souza Coordenador local do projeto
Parintins/AM


Óleo queimado
Tomando conhecimento do seu periódico, batalhador em defesa do ambiente, parabenizo-o pelas excelentes e oportunas matérias, principalmente sobre reciclagem em geral.
A quase totalidade da população brasileira, mesmo a sua pequena parcela mais esclarecida, ignora a relação entre a geração de óleos lubrificantes contaminados, a economia de divisas para o país quando reciclados, portanto diminuindo importações, e os profundos impactos ambientais que podem provocar quando simplesmente descartados ou inadequadamente incinerados.
É hora de conscientizar as pessoas sensatas e formadoras de opinião, preocupadas com a sua parcela de responsabilidade sobre o Ambiente, no qual as próximas gerações deverão conviver, se possível em harmonia, para a problemática da reciclagem de óleos usados.
Fausto Nicoliello Custódio Vêncio
São Paulo/SP


NR: Na próxima edição publicaremos a reportagem sobre o reaproveitamento e a poluição de óleo lubrificante “queimado”.


Link da Folha
Estive pesquisando sobre Direito Ambiental, encontrei o link para a Folha do Meio Ambiente e gostei muito!! É de muita utilidade para mim, pois sou acadêmica de Direito e neste semestre estarei cursando a matéria de Direito Ambiental.
Agradeço e parabenizo pelo trabalho de voces!!
Andreza Cathcart Figueiredo
Brazilian Geri Halliwell nelfig@zaz.com.br


CEPENE
Informo que o CEPENE realizou o Fórum Intermunicipal para Defesa do Meio Ambiente, com os municípios da Microrregião Mata Meridional Pernambucana Sirinhaém, Rio Formoso, Tamandaré, Barreiros e São José da Coroa Grande.
Na ocasião, aconteceu a abertura do Curso de Introdução à Educação no Processo de Gestão Ambiental.
O Curso, para capacitação de Gestores e Educadores, buscou “Promover a capacitação de educadores para atuarem no processo de concepção, formulação e aplicação de políticas e ações relativas ao Meio Ambiente e em especial para o desenvolvimento de ações de Educação Ambiental no âmbito das atividades de gestão ambiental”.
Antônio C. de Paula Pontes
Chefe do CEPENE/IBAMA
Tamandaré/PE


Ecomóvel
Estamos encaminhando às vossas mãos o material de apresentação do nosso Projeto Ecomóvel.
Nosso projeto possui um forte objetivo de conscientização ambiental e procura levar às escolas, parques, eventos e demais locais de grande concentração de público, gratuitamente, o trabalho de Informação e Conscientização Ambiental.
Utilizando-se dos conceitos de patrocínio que regem os esportes automobilísticos, o ECOMÓVEL vem oferecer às empresas, a oportunidade de associar suas marcas e/ou produtos a uma atividade extremamente positiva que é a Defesa Ambiental, o que nos possibilita gerar recursos para manter nosso trabalho e os recursos excedentes, destinar ao Projeto IBDP – Instituto Brasileiro de Defesa do Pantanal.
Jorge Luiz Corrêa Cortêz – Secretaria de Projetos Especiais do Conselho Nacional de Defesa Ambiental – CNDA
São Paulo/SP


Alegrete
No vidro trazeiro do meu carro, estão afixados dois adesivos, que me acompanham nas minhas andanças diárias aqui no Alegrete e nos demais municípios que integram a APA do Ibirapuitá: Quaraí, Rosário do Sul e Sant’Ana do Firmamento, ou nos deslocamentos por outras paragens do rio Grande, incluindo Porto Alegre.
Constituem-se, ambos adesivos (“Folha do Meio Ambiente – 10 anos” e “Folha de Quaraí – 20 anos”), numa campanha muito honrosa para mim.
Ari Quadros
Alegrete/RS


Cidadania
Fiz um levantamento sobre materiais didáticos divulgados nas reportagens e preciso que vocês forneçam os dados para os seguintes contatos:
– Com o SRH (Secretaria de Recursos Hídricos do Ministério do Meio Ambiente) sobre os CD-Rom “Atlas hidrológico do Brasil” e “Educação ambiental: um exercício de cidadania” da edição de abril de 98.
– Com a professora Neli Gonçalves de Melo, Coordenadora de Educação Ambiental do MEC sobre os vídeos da série “Educação ambiental no ar” (“Os ciclos da natureza” e demais vídeos relativos as teleconferências sobre meio ambiente) da edição de julho de 98.
Gostaria de mencionar que já divulguei este jornal para mais de 100 pessoas ou instituições como excelente fonte de informações ambientais, fornecendo inclusive cópias dos cupons de assinatura. Algumas delas certamente fizeram suas assinaturas.
Samuel Macarini
Nova Odessa/SP


NR: Tel: SRH: (61) 317-8222/1359/1347
E-mail: srhd003@mma.gov.br
MEC: (61) 410-8807


Parceria
A Madeireira Tozetti em comemoração a abertura de sua nova loja, Tozetti Center em parceria com o Clube da Semente, está distribuindo gratuitamente 18 espécies de mudas de árvores nativas brasileiras, num total de 50 mil mudas, produzidas no viveiro do clube.
Com esta iniciativa, o clube e a Tozetti reafirmam uma parceria de muitos anos buscando sempre a preservação de nossa flora.
Delma Gomes
Brasília/DF


Filhos da Natureza
Fundada em 14 de julho de 1979, o Movimento Ecológico “Os Filhos Livres da Natureza” comemorou em reunião solene em sua rede, no último dia 23 de julho, o seu vigésimo aniversário. Na oportunidade, com a presença de autoridades e comunidade, realizou mais um dos objetivos do seu projeto de Educação Ambiental homenageando pessoas e entidades que se destacaram em ações a favor da preservação do meio ambiente, com um troféu personalizado.  Entre os homenageados, destaque especial para o Colégio Estadual Mário Braga, com seus quase dois mil alunos, que participam ativamente das atividades da nossa entidade. Aproveitamos o ensejo para parabenizá-los pelo excelente trabalho de divulgação das causas do meio ambiente, que acompanhamos há mais de dois anos através da Folha do Meio.
Movimento Ecológico de Piraquara “Os Filhos Livres da Natureza”
Piraquara/PR


Outras Correspondências: Agropecuária Tropical (Uberaba-MG); MBR jornal (Nova Lima-MG); Instituto Del Tercer Mundo – Revista Del Sur (Uruguay); BioCultura (Barcelona-Espanha); Notas Ambientais – Antonio Augusto da Costa Faria (São Paulo-SP); Ave Luz – Órgão Informativo da Companhia Força e Luz Cataguazes Leopoldina (Cataguazes-MG); Mapa da Mídia (Brasília-DF); Okoo Faji Carnival Association (Lagos-Nigeria); Toyota do Brasil S.A. (São Bernardo do Campo-SP); CFEMEA – Centro Feminista de Estudos e Assessoria (Brasília-DF); Arquidiocese de Niterói – Niterói Católico – Órgão Oficial (Niterói-RJ); Bahia Negócios (Salvador-BA0); ABRAFATI – Associação Brasileira dos Fabricantes de Tintas (São Paulo-SP); MVL Comunicação (São Paulo-SP); Mineração Brasileiras Reunidas S/A – MBR (Minas Gerais-BH); CARGILL – Departamento de Assuntos Corporativos (São Paulo-SP); Assossiação Pradense de Proteção Ambiental – APPA (Prado-BA); Rede de ONGs da Mata Atlântica ( Salvador-BA); CEMPRE (São Paulo); SIFAESP – Sidicato da Indústria da Fabricação do Álcool no Estado de São Paulo; O Liberal (Ouro Preto-MG); Caterpillar Brasil Ltda (Piracicaba-SP); Prefeitura Municipal de Limeira (São Paulo0SP); Itaipu Binacional (Curitiba-PR); Gerhard Sardo – Membro da Coordenação da APEDEMA-RJ (Niteroi-RJ); IMAM (São Paulo-SP); Comitê Internacional da Cruz Vermelha (Brasília-DF); Fibra (Brasília-DF); Parabólicas  (São Paulo-SP); Informativo – Instituto Ecológico Aqualung (GlóriaRJ); Fernando Leite de Godoy – Diretor Regional dos Correios/Brasília (Brasília/DF); Jurandir Schimidt (Joinville/SC); Viajar Laser , Turismo & Negócios (Brasília/DF); Centro tecnológico do Couro SENAI (Estância Velha/RS); Marize Conduru da Ponte (Universidade Federal do Pará).