Coluna do Meio

30 de julho de 2010

regina@folhadomeio.com.br

 


“Gostar é provavelmente a melhor maneira de ter, ter deve ser a pior maneira de gostar”.


José Saramago


 


Bem lembrado
O Movimento Cidadania pelas Águas, uma Organização Social, com sede em Brasília, não cansa de questionar em seus estudos e seminários: 
Será que a Petrobras tem tecnologia para cuidar da lambança que a BP aprontou no Golfo do México a apenas mil metros de profundidade?
 Se tem condições, por que não ajuda solucionar o problema?
E se não tem, por que vai se aventurar no Pré-Sal e furar a 5 mil metros de profundidade atrás de óleo?
 Dá para imaginar um desastre nestra profundeza?


Rumo a Marajó
 As oportunidades na área ambiental estão sempre acontecendo.
 Atenção biólogos, agrônomos, engenheiros ambientais, administradores e enfermeiros.
 A Expedição Villas-Bôas está abrindo inscrição para preenchimento de vagas.
 A partida da Expedição está prevista para primeiro semestre de 2011 rumo à Ilha de Marajó, onde ficará de 4 a 6 meses.
 Os interessados que se apresentem.  (Veja matéria na página 14/15)


Até que fim
 O governo estuda a criação de um amplo regime automotivo para carros elétrico e híbrido.
Híbrido é aquele que funciona com eletricidade, etanol e combustível fóssil.
 Pela proposta, serão derrubados impostos desta cadeia produtiva e concedido financiamento a custo baixo. 
Objetivo: tirar o primeiro veículo de passeio híbrido brasileiro das fábricas instaladas no país entre 2011 e 2012. 
Assim, o modelo elétrico ganharia as ruas antes da Copa de 2014.


Marina: Terceira Via
De Marina Silva, do PV, buscando uma candidatura de terceira via, tentando se equilibrar entre elogios e críticas a Lula e Fernando Henrique.
Os elogios:
– Lula precisa de um sucessor para manter as conquistas dos últimos 16 anos, mas que também seja capaz de avançar em outras questões importantes, como a da mudança da matriz energética.
– FHC estabilizou a economia. Lula fez o País crescer e distribuir renda.
A crítica:
– Nem Lula e nem FHC soube agregar a questão da sustentabilidade a seus projetos.


Termalismo
 Fabio Lazzerini, vice-presidente da Organização Mundial de Termalismo, deu um grito de alerta que vale a pena repercutir.
 Um privilégio brasileiro: maior reserva de água doce do mundo.
 Outro privilégio: maior reserva de águas medicinais do mundo.
 Com tantos privilégios, a sociedade e o governo precisam preservar e aproveitar todo esse potencial.
 Os brasileiros têm que conhecer e se orgulhar das estâncias hidrominerais do sul de Minas e de vários outros estados. 
As águas carbogasosas de São Lourenço, Caxambu, Cambuquira e Lambari; assim como o das Águas Termais Radioativas Sulfurosas de Araxá e Poços de Caldas, Caldas da Imperatriz, Tubarão, Gravatal Raposos, Itaperuna e várias outras tem prestígio internacional.
 O termalismo social e a crenoterapia precisam ter reconhecimento e ser um complemento nos tratamentos de saúde.


——————————————————————


Reciclagem de embalagens 1
 O Conama avisa: até o final de 2010 vai estar pronta a resolução sobre o gerenciamento das embalagens usadas de óleos lubrificantes de veículos. 
O modelo que definirá normas e metas para a reutilização desses produtos servirá para a ordenação de todos os outros tipos de embalagens. 
Nilo Diniz, diretor do Conama, manda um recado: a indústria está cada dia mais responsável pelo destino de seus produtos.


Reciclagem de embalagens 2
 Tem embalagem, às vezes, que é mais cara do que o próprio conteúdo.
 Gilmar do Amaral, da Associação Brasileira da Indústria do Plástico, concorda que embalagem é dinheiro. Matéria prima rica. 
O que o Conama precisa é definir metas de aproveitamento para garantir benefícios para quem recicla.
 E criar sanções para as indústrias que continuarem inundando o ambiente com embalagens, muitas vezes, tóxicas.