Coluna do meio

18 de julho de 2013

silvestre@folhadomeio.com.br

Sou fascinado com uma bela metáfora. Até mesmo porque não há poesia sem metáfora. Clarice Lispector é a rainha das metáforas. Maravilhosa! 
Esta figura de linguagem é uma poderosa forma de comunicação. É como a luz do sol: bate n’alma e fica.
Incrível, mas uma das mais belas metáforas que já li é de um naturalista e geógrafo alemão chamado Alexander Von Humbolt, fundador da moderna geografia física e autor do conceito de meio ambiente geográfico. [As características da fauna e da flora de uma região estão intimamente relacionadas com a latitude, relevo e clima].
Olha a metáfora que Humbolt usou para expressar seu encantamento pelo espetáculo dos vagalumes numa várzea em terras brasileiras.
 
“OS VAGALUMES FAZEM CRER QUE, DURANTE UMA NOITE NOS TRÓPICOS, A ABÓBODA CELESTE ABATEU-SE SOBRE O PRADOS”.
 
Vagalumes, pirilampos e uauás 1
Para continuar no mote dos vagalumes (ou pirilampos) tem a música do Jessé “Solidão de Amigos” com a seguinte estrofe:
 
Quando a cachoeira desce nos barrancos 
Faz a várzea inteira se encolher de espanto 
Lenha na fogueira, luz de pirilampos 
Cinzas de saudades voam pelos campos.
 
Lindo demais!  É a arte de vagalumear.
 
Vagalumes, pirilampos e uauás 2
A rigor, pirilampo não é sinônimo de vaga-lume. São duas espécies de famílias diferentes Para quem quiser saber mais detalhes sobre as diferenças entre pirilampos, vaga-lumes ou uauás, o pesquisador Eurico Santos, em sua Zoologia Brasílica, esclarece: 
PIRILAMPO (Pyrophorus nyctophanus) – Coleópteros da família dos elaterídeos e subfamília dos pirophorineos.
VAGA-LUME – Recebe este nome as várias espécies de coleópteros da família dos lampiridídeos (Lampyrididade) muito conhecido pela luminescência branca esverdeada de que são dotados.
UAUÁ – Reminiscência do linguajar tupi, que ainda persiste em algumas partes do Brasil. É como se disséssemos pisca-pisca na língua gentílica.
 
 
Ferrovia Oeste-Leste. 
. O Ibama autorizou as obras de infraestrutura e de superestrutura ferroviárias necessárias para a implantação da Ferrovia de Integração Oeste Leste.
. A licença refere-se ao trecho entre a ponte sobre o Rio São Francisco, no Km 803 e na Área de Preservação Permanente  da primeira travessia com o rio Almada, no km 1521.
, A licença tem validade de cinco anos.

 

MMA no face
. O Ministério do Meio Ambiente aderiu ao facebook.
. A página vai permitir que internautas acompanhem as ações desenvolvidas pelo MMA, receba dicas de sustentabilidade e comentem ações e gestões da área.
. Bom para os ambientalistas cobrarem ações e a criação do parques como o da Serra Vermelha.
 
 
Parques e a compensação.
 . A pedido do deputado distrital (PSB-DF) Joe Valle, o Ministério Público deve analisar os  serviços da compensação ambiental dos parques de Brasília.
. A solicitação  tem o objetivo de prevenir a degradação dos parques da capital do país., 
. Motivo do pedido: denúncia feita por um grupo de ambientalistas sobre as obras pluviais realizadas no Parque Olhos D’água e que estavam em desacordo com o Decreto nº 33.588/12. 
. As obras foram suspensas pela Polícia Militar Ambiental.