Ecovoluntários

Jovens vão criar portal com textos politicamente corretos

18 de novembro de 2003

A ONG atua basicamente em três projetos, divididos em outros subprojetos: Políticas Públicas, Comunicando para o Desenvolvimento e Promoção de Eventos – todos respeitando a idéia de cultura de paz e desenvolvimento sustentável. No primeiro, os integrantes acompanham as ações da Comissão de Especial de Políticas Públicas para a Juventude da Câmara de Deputados e… Ver artigo

A ONG atua basicamente em três projetos, divididos em outros subprojetos: Políticas Públicas, Comunicando para o Desenvolvimento e Promoção de Eventos – todos respeitando a idéia de cultura de paz e desenvolvimento sustentável. No primeiro, os integrantes acompanham as ações da Comissão de Especial de Políticas Públicas para a Juventude da Câmara de Deputados e planejam a criação de um observatório na Assembléia Legislativa. Uma das idéias do observatório é integrar o jovem com a política local mediante oficinas temáticas com os parlamentares. Além disso, a organização deve criar em dois meses um portal com textos políticos.


A segunda área em que a organização trabalha, Comunicando para o Desenvolvimento, tem como subprojeto principal o Comunicando para o Futuro. A idéia é incentivar a implementação de projetos criados por jovens e relacionados à Sociedade da Informação possibilitada pela internet.


Uma das ações do grupo relacionadas a essa idéia foi uma videoconferência realizada em setembro, para troca de experiências entre a ONG e outras três organizações jovens de Curitiba, Natal e São Paulo. O resultado foi tão bom que está marcado para o final de outubro um novo encontro.


Dicas de como ajudar


1 – Ser voluntário é atuar em benefício da coletividade, em prol da qualidade de vida. É doar tempo, conhecimento, trabalho para ajudar a transformar uma realidade negativa para construir uma sociedade melhor.


2 – O trabalho voluntário independe de envolvimento com qualquer tipo de organização, religião ou política. Evidente que os efeitos do trabalho voluntário podem ser potencializados quando é resultado da articulação entre várias pessoas.


3 – O trabalho voluntário não requer propaganda, proselitismos ou autopromoção. É uma bandeira que o próprio exemplo ajuda contagiar parentes, amigos e colegas de trabalho.


4 – Muitas vezes, pequenas ações podem ser feitas de casa e não dependem de disponibilidade de tempo ou dinheiro. Por exemplo: separe produtos reciclados (papel, metal) ou brinquedos, roupas e doe para alguma instituição de caridade.


5 – Descubra como seus talentos podem ser potencializados em favor de outros. Muitas ONGs e instituições sérias não são carentes só de dinheiro, mas também de palestras, marketing, gerência administrativa etc.


6 – Ser voluntário não significa assumir o papel do poder público. Mais do que amenizar situações de carência, seu papel de ver encarado como um avanço na garantia de igualdade de oportunidades. Livros doados podem melhorar o potencial de uma biblioteca, seus ensinamentos podem aumentar a probabilidade de um jovem carente a ingressar em uma escola ou universidade.


7 – Nunca se esquive de realizar atividades simples. Toda atividade bem feita, honesta e positiva tem capacidade de mudar a comunidade e o mundo.


8 – Deixe sempre a solidariedade falar mais alto. Tenha muita tolerância com os menos favorecidos financeira e intelectualmente. Uma boa ação no trânsito, por exemplo, pode melhorar o seu dia e de muitas outras pessoas.


9 – O acompanhamento do trabalho de autoridades e as cobranças de quem tem o dever de exercer o poder público – seja do executivo, legislativo ou judiciário – também são atos de cidadania e solidariedade.


10 – Nunca deixe de fazer por só poder fazer muito pouco.


Mais informações para ecovoluntários


? Lobos e ursos na Polônia
? Antigas criações na Bulgária
? Conservação do kiwi na Nova Zelândia
? Centro de reabilitação na Tailândia
? Rinocerontes na Suazilândia
? Orangotangos na Indonésia
? Hipopótamos no Malawi
? Morcegos na Índia
? Onça Pintada no Pantanal
? Baleia Jubarte em Abrolhos
? Boto Cinza na Baia de Sepetiba/ RJ
? Lontras em Florianópolis


Mont Blanc
representante no Brasil do programa de ecovolunários – (21) 26081477
info@montblanc.tur.br


Projeto Baleia Jubarte
Ibama – (73) 32971320 www.baleiajubarte.com.br


Ecovoluntários
www.ecovoluntarios.org
www.pegadas.org.br
www.interagir.org.br
www.matatlantica.org.br
www.greenpeace.org
www.wwf.org.br
www.amda.org.br
www.ecosolidariedade.org.br
www.solidariedade.org.br
www.procurase.org
www.redesolidaria.org.br