FILATELIA E ECOLOGIA

DEPARTAMENTO DE FILATELIA — ECT

5 de março de 2004

Sem criança não há futuro O início de um novo milênio despertou uma série de reflexões em torno das crianças, consideradas agentes do futuro e principal alvo das atenções de organizações nacionais e internacionais. Centenas de cursos e seminários discutem e mostram o caminho para o desenvolvimento de uma nova pedagogia no trabalho com crianças… Ver artigo

Sem criança não há futuro

O início de um novo milênio despertou uma série de reflexões em torno das crianças, consideradas agentes do futuro e principal alvo das atenções de organizações nacionais e internacionais.

Centenas de cursos e seminários discutem e mostram o caminho para o desenvolvimento de uma nova pedagogia no trabalho com crianças e adolescentes.

Várias entidades governamentais e não governamentais se deram as mãos para, num mutirão de solidariedade, tirar dos lixões cerca de 50 crianças. E grave: acabar com o trabalho infantil nas fazendas, nas pedreiras e carvoarias.

É o despertar da cidadania por meio da educação e apoio às famílias carentes.

A criança tem que ter a proteção da sociedade. Ela precisa ter direito à saúde, à educação, à alimentação, à dignidade e ao laser.

Respeitar as crianças, é respeitar a vida. Garantir os direitos das crianças é garantir o futuro da sociedade. Sem criança não há esperança. Não há futuro. Não há mundo. 

Mais informações: 
Tel: (61) 317-805/1800 – Fax: (61) 224-7460
defil@correios.com.br