RELATÓRIO DE VIAGEM PELA AMAZÔNIA

ANJOS DA MEDICINA NA AMAZÔNIA

1 de fevereiro de 2022

Cientistas se unem para uma Revolução na Medicina na Floresta Amazônica com tratamento integrativo.

Carlos Caju – Cientista, pesquisador e colaborador da Folha do Meio Ambiente < carloscaju@gmail.com >

 

Depois de um ano e seis meses “isolado” numa ilha da Amazônia Atlântica, mas com acesso à internet, onde procurei me proteger do Covid 19, aproveitei o limão da pandemia para fazer uma excelente limonada de estudos e descobertas, sem açúcar, mas com sais. Volto à cidade de Belém a convite do professor Marcus Queiroz.

 

 

Esse jovem senhor em primeiro plano na foto, o da esquerda, é o Dr. Marcus Queiroz, cirurgião e professor de medicina na UFPa – o cara certo, no lugar certo e na hora certa. Esse excelente profissional e anfitrião, o professor Queiroz é também o organizador desse e outros encontros entre cientistas. Na fileira de trás, da esquerda para a direita estão Fabio Pereira, o ambientalista e professor universitário Fabio Pinho, a dra. Sheila e o curioso jovem Antônio Pereira, filho do Dr. Fabio.

 

No primeiro dia em Belém, até tarde da noite, fiz uma apresentação teórico-prática sobre minhas descobertas, que foram baseadas em estudos de grandes cientistas laureados com o Prêmio Nobel de Medicina, e mostrei como combinei água, sais minerais, sol e exercícios anaeróbicos e tive excelentes resultados, inclusive em jejum com o coronavírus.

Aproveitei para mostrar muitos benefícios alcançados, evidenciados em inúmeros depoimentos de pessoas que tiveram sua saúde melhorada quase que instantaneamente com uma fórmula que resgata o equilíbrio do metabolismo do corpo (equilíbrio entre água, oxigênio, macro e micro minerais, energia nas células, etc, ou seja, equilíbrio hidroeletrolítico) mais sol e exercícios.

Por muitas horas, discutimos sobre vários assuntos ligados a temas como saúde integral e uma nova visão de tratamento mais abrangente, menos invasivo, mais eficaz, com menos remédio sintético.

Compartilhamos o mesmo interesse em trazer um novo olhar para a saúde, para o ensino da medicina e uma combinação de possíveis tratamentos, como tem provado o feito com o auxílio da “fórmula” que desenvolvi, uma composição balanceada de quase 100 macro e micro minerais de montanhas da Índia, de terras vulcânicas no Deserto do Atacama, no Chile, e do oceano, tudo isso depois de muitos anos de pesquisas, muitos experimentos, “muita ousadia” e, finalmente, o acerto.

OS ANJOS DA MEDICINA

MARCUS QUEIROZ – Conheci o Dr. Marcus Queiroz em 2011, durante um excelente e transformador curso de psicologia, autoconhecimento e saúde mental chamado “SEMENTES”, ministrado por profissionais de São Paulo. O curso aconteceu no hotel Regente, em Belém, e foi organizado pelo nobre professor universitário e ambientalista Dr. Paulo Pinho, amigo em comum e quem nos convidou para participar do curso na época. Agora, em 2021, 10 anos depois da realização do referido curso, surpreendentemente, estamos nos encontrando novamente, desta vez para somar esforços e trabalhar num projeto de mudança de percepção da saúde, ensino de medicina nas universidades e temas correlatos, com uma abordagem mais integrativa.

FABIO PEREIRA – O Dr. Fabio Pereira, de grande importância nessa meta que abraçamos, a de melhorar a saúde das pessoas, já conhece e usa essa minha fórmula há algum tempo, e acompanha meus experimentos desde os primeiros jejuns que fiz em 2017, quando passei 12 dias e depois mais 17 dias sem ingerir alimentos convencionais, somente água, sais minerais, além da exposição ao sol e a prática dos exercícios de hipertrofia muscular.

Fabio Pereira, filho do dr.. Geraldo Pereira, “o fenômeno da medicina paraense”, é um super atleta de tênis e muito interessado em saúde integral. Ele sabe muito bem do que estou falando, particularmente sobre água alcalina.

PAULO PINHO – Paulo Pinho é um grande ponto de convergência, figura ímpar na sociedade paraense com uma visão de longo alcance de sociedade, bem estar e meio ambiente.

SHEILA – A doutora Sheila, Terapeuta Holística Integrativa, é um espírito elevadíssimo que ajuda nos cuidados da saúde de forma integral e trabalha em prol do equilíbrio espiritual das pessoas.

ANTÔNIO PEREIRA – Antônio é um jovem curioso como qualquer gênio da sua idade e poderia ter ido encontrar os amigos da escola, mas preferiu acompanhar o pai e discutir ciência. Bem, nessa linha de saúde integral, compartilhamos a ideia de Marcus Queiroz em juntar esforços para desenvolver um centro de tratamento integrativo em Salinópolis, onde há mar, dunas, lagos, floresta, mangue, uma comunidade de gente simples.

CONCLUSÃO: SAÚDE INTEGRAL

Para concluir, considerando minha experiência internacional, pelo fato de eu ter morado em vários países e ter viajado por muitos outros, como jornalista e correspondente Internacional, visualizo esse Centro Internacional de Tratamento Integrativo no Pará como um projeto de sucesso. Com certeza, é grande a lista de instituições, cientistas, médicos e outros profissionais na nossa rede de contatos que podem contribuir com o desenvolvimento desse revolucionário projeto de saúde integral e tratamento integrativo inédito na Amazônia brasileira.